Anonymous x Sony: A batalha continua em 2012.

2011 nem acabou e o Anonymous ainda não entrou em recesso. Um novo vídeo assinado pela entidade promete “punição severa” à Sony, pelo fato da empresa sinalizar apoio ao SOPA (“Stop Onine Piracy Act”, um ato institucional dos EUA para maior controle da transmissão de informações pela internet).

O Anonymous chama isso de “Operation Blackout”. A ameaça não se limita apenas à Sony, mas também a certas estrelas estadunidenses, como a socialite Kim Kardashian e os cantores Justin Bieber, Taylor Swift e Lady Gaga.

O Stop Online Piracy Act consiste em uma proposta legislativa à Constituição dos Estados Unidos (algo similar à “Medida Provisória” no Brasil). Em tese, a ideia é dar aos produtores de conteudo a capacidade de proteger suas criações através da censura notificada. Enquanto no papel ela promete proteger qualquer conteúdo, porém, na prática, especula-se que a proposta venha a ferir o direito de liberdade de expressão, além de aleijar veículos de comunicação que atuem em maior parte pela internet. O blog Destructoid, um dos mais conhecidos canais de games dos EUA, inclusive, publicou um editorial intitulado “F***-se o SOPA”, posicionando-se claramente contra à medida.

Não é a primeira vez que a Sony e o Anonymous batem de frente: em Abril, embora de forma não-creditada, especula-se que foi o Anonymous quem derrubou a PlayStation Network e vazou dados confidenciais dos usuários, como endereços e cartões de crédito, na internet. O ataque teria sido uma resposta ao processo judicial movido pela empresa japonesa contra o hacker/cracker George “GeoHot” Hotz, por ele ter encontrado uma forma de contornar a segurança do PlayStation 3 – um caminho para possivel pirataria de jogos.

Fonte: Olhar Digital.