Os números de 2011

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2011 deste blog.

Aqui está um resumo:

Um comboio do metrô de Nova Iorque transporta 1.200 pessoas. Este blog foi visitado cerca de 6.800 vezes em 2011. Se fosse um comboio, eram precisas 6 viagens para que toda gente o visitasse.

Clique aqui para ver o relatório completo

Capacetes Darth Vader Project.


Desde 2005 vários artistas plásticos trabalham no projeto desenvolvendo capacetes do Darth Vader.

Há mais de 100 modelos personalizados que agora foram reunidos em um catálogo de 200 páginas com fotos em alta definição. A obra será leiloada, para delírio dos fãs do personagem de Star Wars, pelo site oficial do projeto, The Darth Vader Project.
Confira alguns dos capacetes que estão no Catálogo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Trailer de Call of Duty – Modern wafare 3.


Uma guerra moderna em cidades modernas: tiroteios no coração financeiro de Nova York, confrontos subterrâneos no metrô de Londres. Esse é o clima de Modern Warfare 3, como já desconfiávamos e agora pudemos conferir de perto em um evento em Los Angeles. O próximo Call of Duty não tenta reinventar a série, mas se desdobra para ampliar seu contexto, criando um campo de batalha espalhado pelo mundo, e não limitado a alguns poucos cenários.

Por que nós brasileiros pagamos mais que vizinhos por smartphone?

O consumidor brasileiro é o que paga mais caro para ter um smartphone entre quatro países da América Latina.

Pesquisa da Marco Consultora, especializada em análise do mercado, mostra que um smartphone aqui custa em média US$ 852, o dobro do preço mais barato, encontrado no Chile, e bem acima dos US$ 507 cobrados dos argentinos e dos US$ 446 pagos pelos mexicanos.

Levando-se em conta o salário médio pago em cada país, o brasileiro precisa de 1,08 salário médio para comprar um smartphone. Nesse quesito, só a Argentina apresenta um índice mais alto: 1,11. O Chile é o país onde o aparelho é mais acessível: basta 0,59 salário médio para comprar um.

Os preços são mais elevados no Brasil por conta de carga tributária, menor competitividade e até por uma questão cultural, já que os celulares inteligentes são considerados símbolo de status no país, segundo a consultoria.

Líder em vendas
Mas o preço parece não incomodar os consumidores brasileiros. Segundo o estudo, o Brasil é o que mais vende o aparelho. No país, os smartphones são 35% dos telefones à venda.

E só para terminar… “No Brasil, tudo é de sacanagem.”

enviado pelo manolo @CharlesChronus
Fonte: Destak

Bot transforma smartphone em zumbi

Symbians

Dispositivos móveis com a plataforma Symbian OS correm o risco de serem infectados com o novo spam bot SYMBOS_YXES.B.
A ameaça se comporta como uma aplicação legítima, a ACSServer.exe, também conhecida como Sexy Space. Segundo a Trend Micro, uma vez no controle do aparelho, ela é responsável por roubar dados como identificação do telefone, da rede e estatísticas de uso. Em seguida, o código passa a monitorar a conexão com a web para enviar spam aos cadastrados na lista de contatos.
A questão é que todos os aplicativos desenvolvidos para o sistema operacional são obrigados a passar pelo processo de certificação da Fundação Symbian, que deve identificar tais ameaças antes que elas cheguem ao mercado.
A única solução encontrada até o momento consiste na atualização do sistema de segurança do aparelho para que ele possa detectar e apagar o YXES.B.

Respostas sábias.

ProfDivisão
Professor: – O que devo fazer para repartir 11 batatas por 7 pessoas ?
Aluno: – Purê de batata, professor!
__________

Verbos
Professor: – Se és tu cantando, dizes: ‘eu canto’.
– Se for o teu irmão que canta, como é que dizes ?
Aluno: – Cala a boca, Alberto.
__________

Castigos
Aluno: – Professora, alguém pode ser castigado por uma coisa
que não fez ?
Professora: – Não.
Aluno: – É que eu não fiz os trabalhos de casa.
__________

Conjugação Verbal
Professor: – Joaquim, diga o presente do indicativo do verbo caminhar.
Aluno: – Eu caminho… Ah… …tu caminhas. Ah…ele caminha…
Professor: – Mais depressa !
Aluno: – Nós corremos, vós correis, eles correm!
__________

Tempo Verbal
Professor: – Chovia que tempo é ?
Aluno: – É tempo muito mau, senhor professor.
__________

Ciências
Professor: – Quantos corações nós temos?
Aluno: – Dois, senhor professor.
Professor: – Dois!?
Aluno: – Sim, o meu e o seu !
__________

Dois alunos chegam tarde à escola e justificam-se:
1º Aluno: – Acordei tarde, senhor professor! Sonhei que fui
à Polinésia e demorou muito a viagem.
Professor: – Então, e tu?
2º Aluno: – E eu fui esperá-lo no aeroporto!
__________

A base da alimentação
Professor: – Pode dizer-me o nome de cinco coisas que contenham leite?
Aluno: – Sim, senhor professor: Um queijo e quatro vacas.
__________

Um aluno de Direito a fazer um exame oral
Professor: – O que é uma fraude ?
Aluno: – É o que o Sr. Professor está fazendo.
Professor: – (O professor muito indignado) Ora essa, explique-se…
Aluno: – Segundo o Código Penal comete fraude todo aquele que se
aproveita da ignorância do outro para o prejudicar!

Done!

Ditos populares e seus significados.

Dito Popular: “Quem tem boca vai a Roma”.
O correto seria: “Quem tem boca vaia Roma”. (do verbo vaiar).

Dito Popular: “Esse menino não pára quieto, parece que tem bicho carpinteiro”.
O correto seria: “Esse menino não pára quieto, parece que tem bicho no corpo inteiro”.

Dito Popular: “Batatinha quando nasce, esparrama pelo chão”.
O correto seria: “Batatinha quando nasce, espalha a rama pelo chão”.

Dito Popular: “Cor de burro quando foge”.
O correto seria: “Corro de burro quando foge!”

Dito Popular: “Cuspido e escarrado”. (alguém muito parecido com oura pessoa).
O correto seria: “Esculpido em carraro”. (tipo de mármore).

Dito Popular: “Quem não tem cão, caça com gato”.
O correto seria: “Quem não tem cão, caça como gato”. (ou seja, esgueirando, astutamente, traiçoeiramente).

Veja também como surgiram esses:

O pior cego é o que não quer ver
Significado: Diz-se da pessoa que não quer ver o que está bem na sua frente. Nega-se a ver a verdade.
Histórico: Em 1647, em Nimes, na França, na universidade local, o doutor Vicent de Paul D’Argenrt fez o primeiro transplante de córnea em um aldeão de nome Angel. Foi um sucesso da medicina da época, menos para Angel, que assim que passou a enxergar ficou horrorizado com o mundo que via. Disse que o mundo que ele imagina era muito melhor. Pediu ao cirurgião que arrancasse seus olhos. O caso foi acabar no tribunal de Paris e no Vaticano. Angel ganhou a causa e entrou para a história como o cego que não quis ver.

Andar à toa
Significado: Andar sem destino, despreocupado, passando o tempo.
Histórico: Toa é a corda com que uma embarcação remboca a outra. Um navio que está “à toa” é o que não tem leme nem rumo, indo para onde o navio que o reboca determinar. Uma mulher à toa, por exemplo, é aquela que é comandada pelos outros. Jorge Ferreira de Vasconcelos já escrevia, em 1619: Cuidou de levar à toa sua dama.

Casa de mãe Joana
Significado: Onde vale tudo, todo mundo pode entrar, mandar, etc.
Histórico: Esta vem da Itália. Joana, rainha de Nápoles e condessa de Provença (1326-1382), liberou os bordéis em Avignon, onde estava refugiada, e mandou escrever nos estatutos: “que tenha uma porta por onde todos entrarão”. O lugar ficou conhecido como Paço de Mãe Joana, em Portugal. Ao vir para o Brasil a expressão virou “Casa da Mãe Joana”. A outra expressão envolvendo Mãe Joana, um tanto chula, tem a mesma origem, naturalmente.

Onde judas perdeu as botas
Significado: Lugar longe, distante, inacessível.
Histórico: Como todos sabem, depois de trair Jesus e receber 30 dinheiros, Judas caiu em depressão e culpa, vindo a se suicidar enforcando-se numa árvore. Acontece que ele se matou sem as botas. E os 30 dinheiros não foram encontrados com ele. Logo os soldados partiram em busca das botas de Judas, onde, provavelmente, estaria o dinheiro. A história é omissa daí pra frente. Nunca saberemos se acharam ou não as botas e o dinheiro. Mas a expressão atravessou vinte séculos.

Da pá virada
Significado: Um sujeito da pá virada pode tanto ser um aventureiro corajoso como um vadio.
Histórico: Mas a origem da palavra é em relação ao instrumento, a pá. Quando a pá está virada para baixo, voltada para o solo, está inútil, abandonada decorrentemente pelo homem vagabundo, irresponsável, parasita. Hoje em dia, o sujeito da “pá virada”, parece-me, tem outro sentido. Ele é O “bom”. O significado das expressões mudam muito no Brasil com o passar do tempo.

Nhenhenhém
Significado: Conversa interminável em tom de lamúria, irritante, monótona. Resmungo, rezinga.
Histórico: Nheë, em tupi, quer dizer falar. Quando os portugueses chegaram ao Brasil, eles não entendiam aquela falação estranha e diziam que os portugueses ficavam a dizer “nhen-nhen-nhen”.

Estar de paquete
Significado: Situação das mulheres quando estão menstruadas.
Histórico: Paquete, já nos ensina o Aurélio, é um das denominações de navio. A partir de 1810, chegava um paquete mensalmente, no mesmo dia, no Rio de Janeiro. E a bandeira vermelha da Inglaterra tremulava. Daí logo se vulgarizou a expressão sobre o ciclo menstrual das mulheres. Foi até escrita uma “Convenção Sobre o Estabelecimento dos Paquetes”, referindo-se, é claro, aos navios mensais.

Pensando na morte da bezerra
Significado: Estar distante, pensativo, alheio a tudo.
Histórico: Esta é bíblica. Como vocês sabem, o bezerro era adorado pelos hebreus e sacrificados para Deus num altar. Quando Absalão, por não ter mais bezerros, resolveu sacrificar uma bezerra, seu filho menor, que tinha grande carinho pelo animal, se opôs. Em vão. A bezerra foi oferecida aos céus e o garoto passou o resto da vida sentado do lado do altar “pensando na morte da bezerra”. Consta que meses depois veio a falecer.

Não entender patavina
Significado: Não saber nada sobre determinado assunto. Nada mesmo.
Histórico: Tito Lívio, natural de Patavium (hoje Pádova, na Itália), usava um latim horroroso, originário de sua região. Nem todos entendiam. Daí surgiu i Patavinismo, que originariamente significava não entender Tito Lívio, não entender patavina.

Santinha do pau ôco
Significado: Pessoa que se faz de boazinha, mas não é.
Histórico: Nos século XVIII e XIX os contrabandistas de ouro em pó, moedas e pedras preciosas utilizavam estátuas de santos ocas por dentro. O santo era “recheado” com preciosidades roubadas e enviado para Portugal.

Sem eira nem beira
Significado: Pessoas sem bens, sem posses.
Histórico: Eira é um terreno de terra batida ou cimento onde grãos ficam ao ar livre para secar. Beira é a beirada da eira. Quando uma eira não tem beira, o vento leva os grãos e o proprietário fica sem nada.
Aqui na região nordeste este ditado tem o mesmo significado, mas outra explicação. Dizem que antigamente as casas das pessoas ricas tinham um telhado triplo: a eira, a beira e a tribeira como era chamada a parte mais alta do telhado. As pessoas mais pobres não tinham condições de fazer este telhado triplo, então construíam somente a tribeira ficando assim “sem eira nem beira”.

Vá se queixar ao bispo
Significado: Como quem manda ir se queixar de algum problema a outra pessoa.
Histórico: No tempo do Brasil colônia, por causa da necessidade de povoar as novas terras, a fertilidade na mulher era um predicado fundamental. Em função disso, elas eram autorizadas pela igreja a transar antes do casamento, única maneira de o noivo verificar se elas eram realmente férteis. Ocorre que muitos noivinhos fugiam depois do negócio feito. As mulheres iam queixar-se ao bispo, que mandava homens atrás do fujão.

Cair no conto do vigário
Significado: Ser enganado por algum vigarista.
Histórico: Duas igrejas em Ouro Preto receberam um presente: uma imagem de santa. Para verificar qual da paróquias ficaria com o presente, os vigários resolveram deixar por conta da mão divina, ou melhor, das patas de um burro. Exatamente no meio do caminho entre as duas igrejas, colocaram o tal burro, para onde ele se dirigisse, teríamos a igreja felizarda. Assim foi feito, e o vigário vencedor saiu satisfeito com a imagem de sua santa. Mas ficou-se sabendo mais tarde que o burro havia sido treinado para seguir o caminho da igreja vencedora.

Ficar a ver navios
Significado: Esperando algo que não aconteceu ou não apareceu. Esperar em vão.
Histórico: O rei de Portugal, Dom Sebastião, morreu na batalha de Alcácer-Quibir, mas o corpo não foi encontrado. A partir de então (1578), o povo português esperava sempre o sonhado retorno do monarca salvador. Lembremos que, em 1580, em função da morte de Dom Sebastião, abre-se uma crise sucessória no trono vago de Portugal. A conseqüência dessa crise foi a anexação de Portugal à Espanha (1580 a 1640), governada por Felipe II. Evidentemente, os portugueses sonhavam com o retorno do rei, como forma salvadora de resgatar o orgulho e a dignidade da pátria lusa. Em função disso, o povo passou a visitar com freqüência o Alto de Santa Catarina, em Lisboa, esperando, ansiosamente, o retorno do dito rei. Como ele não voltou, o povo ficava apenas a ver navios.

Dourar a pílula
Significado: Melhorar a aparência de algo.
Histórico: Vem das farmácias que, antigamente, embrulhavam as pílulas em requintados papéis, para dar melhor aparência ao amargo remédio.

Chegar de mãos abanando
Significado: Chegar em algum lugar sem levar nada, de mãos fazias.
Histórico: Os imigrantes, no século passado, deveriam trazer as ferramentas para o trabalho na terra. Aqueles que chegassem sem elas, ou seja, de mãos abanando, davam um indicativo de que não vinham dispostos ao trabalho árduo da terra virgem.

A voz do povo, a voz de Deus
Significado: Essa tá obvia. Quem realmente sabe das coisas é o povo.
Histórico: As pessoas consultavam o deus Hermes, na cidade grega de Acaia, e faziam uma pergunta ao ouvido do ídolo. Depois o crente cobria a cabeça com um manto e saía à rua. As primeiras palavras que ele ouvisse eram a resposta a sua dúvida.

Chato de galocha
Significado: Pessoas muito chatas, resistente e insistente.
Histórico: Infelizmente, os chatos continuam a existir, ao contrário do acessório que deu origem a essa expressão. A galocha era um tipo de calçado de borracha colocado por cima dos sapatos para reforçá-los e protegê-los da chuva e da lama. Por isso, há uma hipótese de que a expressão tenha vindo da habilidade de reforçar o calçado. Ou seja, o chato de galocha seria um chato resistente e insistente, explica Valter Kehdi, professor de Língua Portuguesa e Filologia da Universidade de São Paulo. De acordo com Kehdi, há ainda a expressão chato de botas, calçados também resistentes, o que reafirma a idéia do chato reforçado.

Do arco-da-velha
Significado: Coisas do arco-da-velha são coisas inacreditáveis, absurdas.
Histórico: Arco-da-velha é como é chamado o arco-íris em Portugal, e existem muitas lendas sobre suas propriedades mágicas. Uma delas é beber a água de um lugar e devolvê-la em outro – tanto que há quem defenda que “arco-da-velha” venha de arco da bere (”de beber”, em italiano).